Europa pressiona redes sociais a agirem rápido contra discurso de ódio

Bruxelas está pressionando empresas de mídias sociais como Twitter, Facebook, YouTube e Microsoft para aumentar a repressão voluntária contra discursos de ódio e incitação ao terrorismo em suas páginas, se não quiserem enfrentar a perspectiva de novas leis de contenção de abusos racistas online. Read more »